Previous
Next

DIA DO PESQUISADOR (ADUENF)

Foto: reprodução currículo lattes

Nos últimos anos a ciência tem estado sob ataque. Os mesmos ocorrem a partir dos Governos, sociedade e também inerentes à disputa entre pares. Por um lado, tanto as ciências sociais quanto as naturais, tem ajudado na compreensão do complexo mundo em que vivemos. No entanto, algumas explicações ou produtos da ciência estão imersos em controvérsias, que envolvem a política, a sociedade e a própria comunidade científica, como nos casos mais recentes ligados ao Covid 19 e a Cloroquina.

Cabe ressaltar, neste dia do pesquisador, o caráter público e cooperativo da produção científica, que se mantém no Brasil através das pesquisas realizadas em Universidades públicas que deveriam manter a autonomia na produção de conhecimento com o devido investimento no setor.

Outro ponto a ser ressaltando no dia do pesquisador concerne à formação do próprio estudante, futuro cientista, que, tem sofrido com a precarização do ensino público nos últimos anos.

Finalmente para que as ciências se mantenham como um empreendimento coletivo que produz conhecimento confiável, mas com responsabilidade social, faz-se necessário um estreitamento do fosso entre ciência e sociedade. Contudo, para que isto
ocorra, a sociedade deverá estar minimamente interessada sobre assuntos ligados à ciência, ressaltando assim a necessidade de investimento também em divulgação científica para que não sufoquemos em um mundo de terra plana.

 

Gostou do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email